Gastronomia – Rio de Janeiro: Hell's Burguer, um hambúrguer de respeito!

Estive recentemente conhecendo a filial do Hell's Burguer na Barra da Tijuca, porque para essa hamburgueria originária das ruas, só a loja de Botafogo estava ficando pequena demais! E quem tirou a sorte grande foram os moradores da região, que ganharam mais essa excelente opção de gastronomia. Localizada na Rua Olegário Maciel, bem em meio ao burburinho da Barra da Tijuca.



Eu já conhecia o Hell's Burguer de Botafogo, uma das primeiras hamburguerias artesanais do Rio de Janeiro, mas não havia tido uma experiência completa como dessa vez, incluindo uma visita à cozinha para ver de perto o preparo das carnes. Uma das coisas que adoro em fazer esse trabalho é ter a oportunidade de conhecer de maneira mais aprofundada o trabalho e paixão dos estabelecimentos.

Com um visual Rock’n Roll, a decoração usa e abusa das cores preto e cinza. Nos móveis um toque de madeira com linhas definidas, traz suavidade e modernidade ao ambiente. A cozinha é aberta, para que o cliente sinta aquele cheirinho da carne sendo preparada e enquanto aguarda o preparo! 






O que adoro no Hell's é o foco no que realmente interessa, a qualidade da CARNE. Os hambúrgueres da casa são feitos de Rib Eye, o filé de costela bovina, é o um corte especial bastante macio e saboroso. 

São duas opções de blends de carne, todos moídos na hora, primeiro o clássico que recebe o nome da casa, o Hell's Burguer (R$ 24,00), feito com o puro filé de costela bovina, e o Fifty Fifty (R$ 26,00), blend elaborado com 50% de filé de costela e 50% de bacon defumado. Ambos são servidos com queijo cheddar derretido e mix de temperos. Para quem tem fome em dobro existe a versão Double (R$ 40,00), com dois hambúrgueres, e você pode escolher o tipo de blend que quiser, sendo os dois do mesmo tipo, ou um de cada tipo.

Adorei as opções de adicionais, que são: cheddar inglês (R$ 5,00), cebola caramelizada na cerveja IPA (R$ 2,00) e a geleia de bacon (R$ 5,00)

Aproveitei para brincar com os ingredientes e pedi um Fifty Fifty com cebola caramelizada e um Double com 2 hambúrgueres Hell’s com geleia de bacon. O ponto que a casa indica para a carne é o mal passado, obviamente aceitamos a dica e os hambúrgueres estavam perfeitos, suculentos e saborosos. Eu particularmente gostei mais do Fifty Fifty, pois gosto de bacon, mas para os amantes de carne bovina, o Hell’s é a opção mais acertada. A cebola caramelizada trouxe um leve toque adocicado tornando a experiência ainda melhor! A geleia de bacon veio num potinho separado e você pode usar no hambúrguer, na batata.





Falando em batatas, as batatas canoas (R$ 8,00) do Hell’s vem muito bem servidas e crocantes. O complemento perfeito!  Outro acompanhamento de arrepiar são os molhos barbecue da casa, o Voodoo Barbecue, e sua versão mais picante, o So Hot! It's Stupid!




A casa oferece sucos, refrigerantes, chás, mas o foco é em uma boa cerveja. E agora para oferecer uma experiência mais completa o Hell’s criou em parceria com a cervejaria Antuérpia uma cerveja própria, a From Hell (355ml - R$15,00). Trata-se de uma American Lager com teor alcoólico de 4,5%.





Para fechar a experiência um docinho sempre cai bem, não é mesmo!? O Hell’s oferece quatro opções de brownie (R$ 6,00) da casa e sorvete. Eu experimentei o de nutella e doce de leite, e tenho que dizer que estava molhadinho e muito gostoso! Se eu pudesse comeria muitos sem parar!






Como fundo musical, uma excelente seleção de Rock’n Roll!

Adorei o conceito hardcore da hamburgueria, que foca na qualidade da carne e dos ingredientes! Pude entrar na cozinha e ver de perto a carne fresquinha sendo moída e os hambúrgueres sendo montados! Parabéns pelo trabalho!





Serviço:
Endereço: Rua Olegário Maciel, nº 101 – loja F – Barra da Tijuca 
Telefones: (21) 3579-4824 
Horário (inclusive em feriados): Terça a quinta, 17h à 0h; sexta e sábado, 12h às 2h; domingo, 12h a 0h; fechado às segundas.
Capacidade: 40 pessoas sentadas
Cartões de crédito e débito: todos
Estacionamento: Não
Entrega em domicílio: Sim, através do IFood
Wi-fi: Sim, gratuito
Preços: sujeitos a alterações - atualizados em 13/11/2016

PS: post apoiado, cortesia na refeição. O Histórias da Di tem o compromisso com os seus leitores e mantém a transparência dos serviços que foram oferecidos.

CONVERSATION

0 Comentários :

Postar um comentário

Volte
p/ topo