Dicas Básicas para planejar sua viagem às Bahamas!

Quando planejei minha viagem para esse paraíso, tive uma certa dificuldade de encontrar material em português sobre o destino. A maioria dos posts sempre ficam no básico de Nassau e Paradise Island e a maioria das vezes só no Atlantis. Nada contra o Atlantis, inclusive fui conhecer esse enorme resort, mas um país constituído por mais de 700 ilhas e 2.000 ilhotas com água transparente, tem muita coisa a oferecer além do básico.
Praias paradisíacas em Nassau - Clifton Heritage National Park
Praias paradisíacas em Nassau - Clifton Heritage National Park
Um país com um povo alegre e carismático, com muitas praias de areia fina, branca e águas cristalinas em diversos tons de azul e verde, só poderia ter como um dos pilares da sua economia o turismo. Os brasileiros ainda não são grandes exploradores da região, que é muito usufruída pelos americanos, devido à proximidade.
Águas cristalinas e areias brancas e finas
Águas cristalinas e areias brancas e finas
Pelo desconhecimento das inúmeras atrações oferecidas, a maioria dos brasileiros optam apenas por realizar os cruzeiros, passando apenas um dia na capital das Bahamas, Nassau.


O que são as Bahamas
As Bahamas são um país um pouco diferente, porque na verdade é formado de muito mais água do que terra. É um complexo insular formado por mais de 700 ilhas e as distâncias são grandes, então se você quiser conhecer determinado local fora do eixo turístico principal (Nassau e Paradise Island), ou você prevê mais tempo para a sua viagem, ou terá que diminuir o seu roteiro.

As Bahamas eram habitadas pelos índios Lucaianos, quando Cristóvão Colombo aportou nas ilhas paradisíacas. Entre os anos de 1600 e 1700, a capital Bahamenha foi fortaleza de piratas e corsários espanhóis, que deixaram diversas lendas como Barba Negra e Calico Jack. Em 1718 tornaram-se uma colônia da coroa britânica, que apertaram o cerco à pirataria.
Museu dos Piratas em Nassau
Museu dos Piratas em Nassau
A sua independência foi muito recente, em 1973, e por isso ainda mantém muitas tradições britânicas: como a mão inglesa; um pouco do sotaque, que é uma mistura do inglês da Inglaterra e dos Estado Unidos; além de outros hábitos de maior formalidade, como a gerente do hotel em que me hospedei, que era chamada de Lady Sarah.

Outro ponto que sofre clara influência britânica é a forma de governo, que é baseado no modelo de Westminster: Sua Majestade, a Rainha Elizabeth II, o Executivo, o Legislativo, o Judiciário. São um país membro do Commonwealth, reconhecendo Sua Majestade, a Rainha Elizabeth II, como o chefe de Estado. O governador-geral é o representante de Sua Majestade nas Bahamas e constitui um símbolo da unificação da nação. 


A População local que me conquistou
Dos em torno de 350.000 habitantes das Bahamas a predominância é de afro-descendentes. Seus antepassados eram escravos que foram trazidos para as ilhas para trabalhar nas plantações de algodão.

O povo carismático e hospitaleiro já nos conquistou desde o momento do desembarque. Na sala da imigração somos recebidos com a apresentação de um grupo que tocava músicas típicas da região. Sabemos que é tudo feito pensando no turista, entretanto isso não importa, pois o clima já fica mais leve e alegre para a situação que costuma ser um pouco tensa.
Recepção calorosa no Aeroporto Internacional de Nassau
Recepção calorosa no Aeroporto Internacional de Nassau
A população é extremamente gentil embora não sejam muito eficientes. Se o que você espera é encontrar atendimentos super-rápido, não encontrará nas Bahamas. E afinal de contas você está de férias não é mesmo!? Então relaxe, não tenha pressa, curta o clima local de descontração. Eles são na verdade bastante parecidos com os brasileiros, fazem questão de conversar com os turistas, dão bom dia, boa tarde, sempre com um enorme sorriso no rosto e até mesmo os trabalhadores mais pesados, como quando passei por uma obra, fizemos uma pergunta eles tiraram as nossas dúvidas com toda boa-vontade.

Outra prova da gentiliza local são os educadíssimos policiais que ficam espalhados pelas áreas turísticas, tire qualquer dúvida com eles e aproveite para tirar uma foto, a farda é uma atração à parte.
Policial em Nassau
Policial em Nassau
Nessa viagem passei por uma situação que me fez refletir bastante. Em um dos passeios por Nassau havia um casal de americanos que solicitou serem deixados em um local diferente do hotel. Nesse transfer acabamos passando por áreas não turísticas, que um taxista chamou de gueto, onde pude ver realmente a condição econômica da população. Exatamente como em muitos países do mundo e do Brasil, as diferenças sociais sempre estarão presentes. Mas nem por isso a população demonstra revolta com suas condições, sendo muito trabalhadores e cordiais. E não percebi nenhum tipo de tentativa de enganar o turista, o que é muito importante para sua viagem ser tranquila e relaxante. 

Recomendo que para ter ainda mais contato com o povo das Bahamas que saia do óbvio, conheça restaurantes locais onde você terá preços mais acessíveis, além de uma imersão cultural muito maior! Mas vou contar mais sobre isso em outro post.
Coma em restaurantes locais - Fish Fry
Coma em restaurantes locais - Fish Fry

Quais as principais ilhas do país?
Apesar da enorme quantidade de ilhas existentes no arquipélago, são apenas dezesseis ilhas preparadas para receber os turistas. Portanto as Bahamas continuam sendo um paraíso inexplorado e que Deus assim conserve. Mesmo entre essas 16 ilhas, a maioria ainda oferece uma experiência remota de contato com a natureza e pequenos hotéis mais exclusivos.
Mapa das Ilhas das Bahamas
Mapa das Ilhas das Bahamas
As maiores ilhas em termos econômicos e de infraestrutura são New Providence e Grand Bahamas, embora mesmo elas ofereçam locais mais afastados com exclusividade. Por isso Bahamas ainda é e sempre será um destino único, um verdadeiro paraíso!
Clifton Heritage National Park em Nassau
Praia em Clifton Heritage National Park - Nassau
Estátuas Ocean Atlas - Mergulho no Reef Garden em Clifton Heritage National Park em Nassau
Estátuas Ocean Atlas - Mergulho no Reef Garden em Clifton Heritage National Park em Nassau
Praia em Clifton Heritage National Park - Nassau
Praia em Clifton Heritage National Park - Nassau
 A capital é a cidade de Nassau, que fica situada na ilha de New Providence, onde moram cerca de dois terços de toda a população do país e que além de ser o centro comercial é também o centro dos poderes políticos do país. Em New Providence fica localizada também a Paradise Island, muito famosa por ser a sede dos maiores e mais sofisticados resorts do país, um deles é o Atlantis. Ela é praticamente conectada à Nassau sendo interligadas por duas pontes. Nassau e a Paradise Island em conjunto são a região mais turística e visitada de todo país, com oferta de cassinos, compras, restaurantes, mergulho, passeios de barco e muito mais.
Farol da Paradise Island vista de Nassau
Farol da Paradise Island vista de Nassau
Jet sky em Athol Island
Jet sky em Athol Island
Parasailing sobre Cabbage Beach
Parasailing sobre Cabbage Beach
As 2 pontes entre Nassau e Paradise Island vista aérea
As 2 pontes entre Nassau e Paradise Island vista aérea
O famoso Resort Atlantis em Paradise Islands
O famoso Resort Atlantis em Paradise Islands
Aquário do famoso Resort Atlantis em Paradise Islands
Aquário do famoso Resort Atlantis em Paradise Islands
Jardim de Versailles do Resort One&Only Ocean Club em Paradise Islands
Jardim de Versailles do Resort One&Only Ocean Club em Paradise Islands
A maior ilha em extensão das Bahamas é Andros, no ocidente do arquipélago. As demais ilhas são Inagua, Ábacos, Acklins, Crooked Island, Berry Island, Bimini, Cat Island, Eleuthera, Harbour Island, Exumas, Inagua, Long Island, Rum Cay e San Salvador.
Swimming Pigs de Exuma - Foto do site oficial de Bahamas
Swimming Pigs de Exuma - Foto do site oficial de Bahamas
Glass Bridge em Eleuthera - Foto do site oficial de Bahamas
Glass Bridge em Eleuthera - Foto do site oficial de Bahamas
Para reservar seu hotel nas Bahamas clique aqui.

Cada ilha ou região possui características únicas e vou explica-las mais detalhadamente para não me alongar demais.


Como se deslocar entre as ilhas?
São apenas duas possibilidades de locomoção entre as ilhas, ou avião ou barco. As ilhas das Bahamas possuem aproximadamente 57 aeroportos, sendo três deles internacionais, o de Nassau, Grand Bahamas e Exumas. Veja aqui os voos oferecidos pela empresa de voos do país.

Existem também muitas marinas espalhadas pelas ilhas e opções de deslocamento, para descobrir os melhores horários entre no site oficial de Ferrys das Bahamas.

Uma boa maneira de se organizar é deixar Nassau como a base da sua viagem para as demais ilhas, é de lá que partem os voos internos, e assim poder ter a experiência de conhecer algumas das outras ilhas, adicionando-as no seu roteiro de viagem.


Quais cidades ou países próximos para montar um roteiro?
Quer aproveitar a localização privilegiada das Bahamas, na América Central – Oceano Atlântico e a aproximadamente 160 km da costa da Flórida (Miami e Orlando). Geograficamente situam-se no mesmo arquipélago que Cuba, Haiti, República Dominicana e as ilhas Turcas e Caicos.

Como podemos verificar no mapa abaixo a Jamaica e Ilhas Caymans também ficam próximas.
Mapa das Bahamas e redondezas
Mapa das Bahamas e redondezas

Como chegar em Nassau?
Muitos chegam de cruzeiro, o porto de Nassau é enorme e aportam em torno de 3 a 5 navios por dia. É uma das maneiras preferidas dos turistas irem à cidade e passar um dia. As principais operadoras de cruzeiros são Royal Caribbean, Norwegian Cruise Lines, e outras. Clique para visualizar todas as empresas de cruzeiros para Nassau.
Cruzeiro chegando em Nassau
Cruzeiro chegando em Nassau
Como já disse anteriormente eu pessoalmente recomendo desbravarem esse paraíso com mais calma, então recomendo que vão de avião mesmo. O maior aeroporto das Bahamas é o de Nassau, chamado Aeroporto Internacional Lynden Pindling, que possui voos diretos dos EUA, Canadá, Europa e América Latina, por meio das seguintes empresas: Copa Airlines, American Airlines, United Airlines, Bahamasair, British Airways, Delta, Spirit Airlines, Jet Blue, Air Canada, Sky Bahamas, entre outras.
Aeroporto Internacional Lynden Pindling - Nassau
Aeroporto Internacional Lynden Pindling - Nassau
Veja clicando no link as opções de como chegar nas Bahamas de avião partindo de diversas localidades.


Como se comunicar no país?
A língua oficial é o inglês, mas uma mistura de inglês da Inglaterra com inglês americano, com mais traços britânicos.


Dinheiro e qual a melhor forma de levar?
O dólar das Bahamas vale o mesmo que dólar americano, e não se preocupe em trocar por dólares bahamenses, pois o americano é amplamente aceito.


Nas maiores ilhas são amplamente aceitos cartões de crédito, portanto não se esqueça de desbloqueá-los antes da sua viagem para uso no exterior.

A viagem para as Bahamas é considerada mais cara que outras viagens pelo Caribe. Isso se dá pela distância entre as ilhas que deve ser vencida ou de barco ou de avião, portanto a maioria dos passeios que vão de uma ilha à outra são caros, variando de 135 a 350 dólares. Devido a esses valores altos, recomendo que você já saia do Brasil com seus passeios reservados, para não ter que andar com muito dinheiro.

Com certeza na situação atual do Brasil, em que é cobrado IOF de 6,38% tanto para cartões de crédito quanto de débito, a melhor opção é levar dinheiro, cujo IOF é de 0,38%. Como não existe câmbio no Brasil de dólar bahamense, faça a troca por dólares americanos já aqui.

Lembre-se que para toda a aquisição de produtos e serviços é taxado 7,5% de imposto.


Qual o Fuso Horário local?
As Ilhas das Bahamas estão localizadas no fuso horário GMT: -05:00, como Nova Iorque, Miami, Bogotá, Lima, etc.

É importante manter o seu celular no modo de atualização de horário automático, para não ter problemas nos horários de passeios e voos. Existem variáveis como o horário de verão que devem ser consideradas. Para confirmar o horário clique no link.


Qual a voltagem do país?
As Ilhas das Bahamas utilizam a voltagem 120V / 60 W, seguindo o mesmo padrão americano.

Para os brasileiros cujo padrão atual de tomada é o de três pinos redondos, levem adaptadores para dois pinos retos. O ideal é ter sempre um carregador universal na sua mala.


Como funciona a gorjeta?
Para os carregadores a gorjeta usual é de dois dólares por mala.

Os restaurantes incluem uma taxa de serviço de cerca de 15%, que já vem acrescida no valor final da nota. Se a mesma não for cobrada é recomendável acrescentar este percentual.


Brasileiros necessitam de visto?
Os brasileiros necessitam apresentar um passaporte válido pelo período de permanência no país. Somente se a permanência for maior que 3 meses há a necessidade de visto.

Poderá ser exigido a comprovação de recursos financeiros suficientes para o período de permanência e de reserva de hotel ou algum local de estadia.

Lembre-se, sempre que houver conexão em algum outro país, as normas daquele país devem ser seguidas. Então não deixe de atentar para este fato, por exemplo se você fizer uma escala nos EUA deverá ter o Visto em dia para este país, além de um passaporte com mais de 6 meses de validade a partir da data da viagem.


ATENÇÃO com a vacina da febre amarela!
Muita atenção aqui! Você que está acostumado a viajar pelo mundo e nunca ninguém cobrou a carteira de vacinação internacional, esqueça isso nas Bahamas. Já no aeroporto de Orlando nos cobraram o certificado, bem como na imigração de Nassau.

A vacina exigida para brasileiros é a de febre amarela, que deverá ter sido aplicada com 10 dias de antecedência a sua entrada.

A exigência não se aplica aos passageiros de cruzeiro, salvo nos casos de cruzeiro que permaneçam ao menos uma noite ancorado.

Para saber como fazer a sua carteira de vacinação internacional leia o POST.


Como se locomover e ir do aeroporto para o seu hotel em Nassau?
Li em muitos blogs elogios ao serviço de transporte público de Nassau, que é constituído basicamente de micro-ônibus. Eles são muito bonitinhos e baratos, agora se funciona não posso afirmar. Leia aqui nesse post do blog Cumbicão que fala sobre o serviço.
Ônibus em Nassau
Ônibus em Nassau
É possível alugar carro, mas como falei antes, o carro é com mão inglesa. Talvez leve um tempinho para se acostumar a usar, e também creio que não haja necessidade pois na maioria dos passeios existe o transfer para o hotel, e nos outros casos existe o táxi. Sempre dou preferência a outro meio de transporte que não seja carro, para não sobrecarregar ninguém na viagem com a responsabilidade de dirigir, além do mais no Caribe sempre haverá muitos drinks coloridos!!!
Drinks Coloridos - Señor Frogs
Drinks Coloridos - Señor Frogs
Os táxis de lá são o máximo!!! Não existe cor específica, apenas uma marcação na lateral escrito TÁXI. Mas o mais legal é o tamanho deles, a maioria são vans enormes, hehehehehe. Os preços não variam muito dentro dos percursos e são em sua maioria tabelados. Lembre-se sempre de checar o valor antes da partida, mas eles costumam realmente cobrar valores tabelados, não vi ninguém agindo de má fé. A taxa baseia-se no transporte de dois passageiros e haverá um custo adicional por passageiro e bagagem extra.
Táxi em Nassau
Táxi em Nassau
Para ir de Nassau à Paradise Island tanto de táxi como de carro, será cobrado um pedágio de U$2,00 na ponte. O mesmo não é cobrado no retorno.

Outra forma de ir de Nassau a Paradise Island é de barco. Leia como ir de barco nesse POST do Falando deViagem.

Para ir do Aeroporto Internacional Lynden Pindling para qualquer ponto de New Providence, se você não tiver alugado um carro, recomendo ir de táxi. Existem vários disponíveis na saída do aeroporto e o valor é tabelado, eu paguei U$20,00, enquanto que se você tentar reservar um transfer pela internet os valores serão muito maiores.

Veja abaixo a tabela de valores dos táxis.

PS: O UBER não estava em funcionamento na minha visita.


Como se vestir?
As Bahamas apesar de serem muito frequentadas pelos americanos, não são um destino ainda tão americanizado como por exemplo Cancun, aonde você tem uma enorme oferta de boates e redes de restaurantes internacionais. Você encontra esse tipo oferta dentro do Atlantis ou nas suas redondezas e no Señor Frogs da Bay Street.

O restante do país é bem simples com clima praiano, oferecendo até restaurantes de comida internacional, mas tudo com ar bem tropical e relax. A maioria das atrações funcionam de dia, a exceção dos shows de dança típica, o Junkanoo.
Roupas leves - Bahamas
Roupas leves - Bahamas
Portanto, à exceção dos restaurantes e boate do Atlantis, a vestimenta nas Bahamas é bem à vontade, com roupas leves que podem ser usadas durante o ano todo. Você pode ficar elegante, mas sempre com roupas soltas, sandálias baixas. Roupas que combinam com o clima do local!
Roupas leves - Bahamas
Roupas leves - Bahamas
No inverno tenha a mão um casaco leve para anoite.


Em que época do ano ir?
Nas Bahamas mesmo que esteja sol, a presença constante dos ventos alísios confere às ilhas um clima quente, mas agradável e que varia pouco ao longo de todo o ano. Entre setembro e maio as temperaturas variam em média entre 21ºC e 24ºC. O restante do ano é um pouco mais quente, com temperaturas entre 26ºC e 29ºC.

O maior cuidado dos turistas deve ser com a temporada de furacões, que acontece entre os meses de junho e novembro. Fique sempre alerta as previsões de furacões na região.

Devido ao clima agradável da região o local pode ser visitado durante o ano todo, entretanto a melhor época varia de dezembro a maio. No segundo semestre os preços caem, devido à temporada de furacões.


Quanto tempo ficar?
A questão do tempo é relativa, depende do que você vai querer conhecer. Abaixo uma estimativa de tempo por ilha (lembre de considerar os dias de viagem de ida e volta):

Nassau: 3 a 4 dias
Nassau + passeios de um dia para outras ilhas: no mínimo 6 dias
Nassau + hospedagem em outras ilhas: a partir de 9 dias e o céu é o limite.

CONVERSATION

2 Comentários :

  1. Adorei ler sua dicas Di! Impressionante a quantidade de ilhas nessa região: 700!! Deve ser interessante chegar em Nassau através de um transatlantico, mas via aereo ainda é a forma mais rápida.. kkk.. com certeza! O povo local deve ser encantador mesmo, lembrei muito quando fui para Aruba. Ainda nao sei quando irei, mas sempre bom saber sobre lugares paradisiacos. Bjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impressionante mesmo amiga!!!

      O lugar oferece muito mais do que sabemos!

      Beijos da Di.

      Excluir

Volte
p/ topo