Chile: Onde se hospedar para conhecer o Parque Torres del paine!?


O Parque Nacional Torres Del Paine está localizado ao sul da Patagônia chilena e é muito famoso, principalmente pelos amantes de trekking.


Com aproximadamente 242.000 hectares, o parque hoje é considerado Reserva da Biosfera pela UNESCO. Sua flora e fauna são riquíssimas, além das suas impressionantes formações rochosas, da qual fazem parte a cadeia montanhosa Del Paine, com as famosas Torres del Paine e os belíssimos Cuernos del Paine, além de lagos, rios, cascatas e glaciares.  Os animais selvagens também nos encantam com sua beleza, como Guanaco, Lebre da Patagônia, Puma, Condor Andino e muitos outros.


Conhecer a Patagônia sempre foi um sonho, mas sempre em que pensei na região, me vinha à cabeça o grande gigante de gelo, o Perito Moreno. Acabei colocando Torres del Paine no roteiro, mas não imaginava o quanto eu me apaixonaria pelas cenas, foi o lugar mais incrível da minha viagem!

Para realizar a sua reserva em Torres Del Paine clique no link. 

Eu me hospedei na cidade de Puerto Natales, que fica distante do parque a 110 quilômetros. Para fazer a sua reserva em Puerto Natales clique no link. 


Hotéis dentro do Parque
Dentro do parque as opções de hotéis não possuem uma boa relação custo-benefício. A exemplo do Hotel Explora, que oferece transporte pelo interior do parque já incluso nos pacotes e possui os valores exorbitantes.

Já outros hotéis, cujas diárias são mais razoáveis, acabam não valendo a pena pela distância até os pontos de interesse, e para deslocar-se pelo parque de transfer os valores são altos. Embora essa questão seja resolvida com o aluguel de um carro, leia o relato de Blog Indo Vou Lá, que fez um roteiro com carro alugado.

Outra questão que cabe ressaltar é que hospedar-se em um hotel no parque é uma boa opção somente para quem vai fazer os passeios comuns do parque, como os passeios de barco, mirantes ou trekking de curta duração. Para quem vai fazer os circuitos de trekking, que duram em média de 4 a 8 dias, não é uma opção.

Seguem algumas opções de hotel dentro do parque:

Ao longe avistamos o Lago Pehoé e os lindos Cuernos del Paine e bem no meio do lago a Hosteria Pehoé, que em conjunto criam uma cena cinematográfica.


– Explora Patagônia
O Explora Patagônia está localizado margens do Lago Pehoé e só funciona no sistema all inclusive e a partir de três noites. As diárias incluem o traslado, as refeições, as bebidas e uma entre as mais de 40 opções de passeios pelo Parque. O hotel tem seu próprio catamarã, que pode ser utilizado para atravessar o lago. Todos os quartos têm vista para o maciço de Torres del Paine e para a cachoeira Salto Chico.

Leia mais detalhes e reserve suas diárias para o Explora Patagônia clicando no link.

– Hotel Las Torres Patagônia
O Hotel Las Torres Patagônia fica próximo ao início do Trekking para a Base das Torres Del Paine, essa trilha dura em torno de 9 horas, com 11 km de caminhada, portanto é uma excelente localização para quem vai realizar esse trekking, para os demais circuitos, não vale à pena pelo custo-benefício. Leia o relato doTrekking para a base das Torres feito pelo Blog Viagem Cult.


O Hotel oferece acomodações com diárias convencionais e diárias com regime tudo incluído. Para descobrir mais detalhes e realizar a sua reserva no Hotel Las Torres Patagônia, clique no link.


Camping no Parque
Definitivamente a forma mais barata e a que recomendo para aqueles que irão realizar os circuitos de trekking é se hospedar em um acampamento. Os circuitos principais do parque são o W com 76km, que é percorrido em média de 4 dias, e o O com quase 93 km, que leva em média 7 dias.

Os centros de visitantes dos acampamentos possuem excelente infraestrutura, por exemplo, na área de Camping Pehoé, fica uma agradável área de mesas para comer e até uma Parrillaria. Outro camping cujo centro de visitantes me encantou foi o Camping Torres, com uma belíssima área de apoio que vende de um tudo.

Centro de Visitantes Camping Pehoé



É importante ficar ciente que no parque há espaços delimitados para o camping e que não é permitido pernoitar fora desses locais. Nos acampamentos é disponibilizada a locação de barracas, sacos de dormir e outros itens básicos.

O mais importante de tudo é o planejamento, você precisa prever quanto tempo vai levar de um ponto a outro do circuito, para que durante o trekking já tenha reservado o seu pernoite. Os acampamentos públicos não permitem pernoite sem reserva e nas demais acomodações a procura é altíssima, portanto não recomendo correr o risco de se aventurar e ir sem reserva antecipada.

Para ajudar o seu planejamento, segue o mapa dos acampamentos

– Acampamentos Gratuitos
Os acampamentos públicos de Torres del Paine são o Paso, o Italiano, e o Torres, o mais próximo da saída para o trekking da base das Torres.

Centro de Visitantes Camping Torres

Esses acampamentos são públicos, ou seja, você não paga nada. Mas não é porque você não paga que o acesso seja livre, para pernoitar é necessário reservar antecipadamente. É importante ficar claro que se a reserva não for feita com antecedência, na hora não será permitido o pernoite.

Para fazer sua reserva clique no site. Outro dado que cabe ressaltar é que as reservas só podem ser feitas para você e mais uma pessoa, não sendo permitido reservar para grupos. Além disso, o sistema só permite reservar uma noite em cada acampamento e as reservas são pessoais e intransferíveis.

– Refúgios, Acampamentos e Cabanas Pagas
Além dos campings públicos existem outros acampamentos e refúgios que são pagos. Esses locais são mais espalhados pela grande área do parque, atendendo aos pernoites durante a realização dos cicuitos.

Além dos acampamentos existem os refúgios, com quartos e banheiros compartilhados, e também cabanas ou tendas, que não são tão luxuosas como os hotéis, mas oferecem boas acomodações.

As reservas para os campings deverão ser feitas no site das empresas Fantástico Sur e Vértice Patagônia, empresas autorizadas a administrar os acampamentos.

Para os refúgios, domes ou cabanas, a reserva pode ser feita pelo Booking, clique no link. 
Ecocamp Patagônia - Fica perto da área do Camping Torres


Hospedagem em Puerto Natales
Puerto Natales foi a minha opção, e definitivamente o que pesou na minha escolha foram os preços, que são muito mais viáveis do que os dos hotéis dentro do Parque. Além disso, eu não iria realizar os circuitos de trekking.


O deslocamento para o parque não é problema, você pode alugar um carro, ou se não estiver querendo dirigir contratar um tour privado, ou ainda contratar os passeios de bate e volta full Day que são oferecidos por diversas empresas. Não recomendo pegar o ônibus que leva até as entradas do parque, pois a locomoção interna no parque não é nada simples, não existem ônibus públicos para o transporte, que é todo feito pela administradora do parque, esse serviço atende melhor os que estiverem fazendo os circuitos para locomoverem-se até as bases de acampamento.

Puerto Natales é uma cidade muito pequena, mas na região é uma das maiores, e oferece boas opções de restaurantes, mercados, lojas, bancos.

Eu me hospedei em um Bed and Breakfest, foi uma boa hospedagem, mas eu não recomendaria devido à distância do centro. Para fazer a sua reserva em Puerto Natales clique no link.

Espero que vocês tenham gostado das dicas!
Beijos da Di.

CONVERSATION

0 Comentários :

Postar um comentário

Volte
p/ topo