Hotelaria – Rio de Janeiro: “Largo do Boticário” recebe o primeiro JO&JOE Open House da América do Sul


Aos pés do Corcovado e do Cristo Redentor, o complexo arquitetônico do Largo do Boticário, nos arredores de Cosme Velho, Rio de Janeiro, se tornará o ponto de estilo de vida mais badalado da cidade, sob a marca JO&JOE. Esta propriedade será o primeiro JO&JOE a ser aberto fora da Europa e na região da AMLAT (inauguração em 2020).


A marca JO&JOE combina o melhor dos formatos de hospedagem particular, como hostels e hotéis em uma experiência inovadora e totalmente reinventada em termos de serviço, alimentação e abordagem de design.

O JO&JOE é um estilo de vida e um espaço de convivência vibrante, uma casa que é aberta ao mundo exterior e projetada para atender as expectativas dos Millennials e todos aqueles que valorizam a cultura do compartilhamento, espontaneidade e experiência. O conceito é projetado para promover as interações e o espírito colaborativo da comunidade, graças às áreas comuns que serão abertas para os mundos exterior e interior de cada local onde foi implantado. Há sempre alguma coisa acontecendo no JO&JOE, seja um concerto, uma aula de yoga ou uma oficina de “Faça você mesmo”. O DNA do JO&JOE se certifica que nossa equipe seja constituída de defensores apaixonados das relações humanas, preocupando-se profundamente em oferecer aos hóspedes a experiência mais personalizada possível. Eles também estão comprometidos em criar o burburinho do lugar, inserindo a comunidade local e criando uma experiência inesquecível para os locais e viajantes.

“A AccorHotels tem investido no Brasil por 40 anos, e a compra deste monumento arquitetônico somente reforça nosso compromisso com o crescimento do país. Nós apostamos no Largo e o transformaremos em um local incrível para atrair turistas e locais a partir de 2020, quando ele deve ser inaugurado” explica Patrick Mendes, CEO da AccorHotels América do Sul.

Este JO&JOE terá uma área de 3.520 m2 construída em uma superfície total de 6000m2, onde serão instaladas 350 camas em 70 quartos e apartamentos que serão capazes de acomodar até 10 pessoas, mas também quartos privados e coberturas. O complexo terá restaurantes, áreas sociais, piscinas, área para churrasco e espaço compartilhado para trabalho, assim todos, locais ou turistas, poderão apreciar sua estadia.

Um grande bar no meio da Open House será uma das atrações do local, aberto até às 2h da manhã, com cerveja e variedades de cachaça, e capacidade de receber até 300 pessoas. Um bar para servir sucos para os amantes da vida saudável também está panejado. “Este local personalizado tem a ambição de se tornar e permanecer um dos principais pontos da cidade, tanto para viajantes como para a vizinhança” declara François Leclerc, VP de Marcas e Operações do JO&JOE.


Um espaço cultural e artístico também faz parte do projeto, assim como uma área de eventos sociais. Vans transportarão os hóspedes para as praias de Copacabana e Ipanema, assim como pontos de surfe tais como Grumari, Joatinga e Prainha. Transportes gratuitos dos aeroportos do Galeão e Santos Dumont também facilitarão a chegada e partida desta nova propriedade do JO&JOE.

O conceito do projeto foi criado em conjunto pela empresa Lakasa Development Empreendimentos Ltda e o escritório de arquitetura Ernani Freire & Associados, chefiado pelo próprio Ernani, fundador do Escritório e professor de Arquitetura e Urbanismo na PUC Rio. Um profissional de longa experiência da área de conservação e requalificação de interesse histórico e arquitetônico. “Esta é uma oportunidade única para a revitalização completa do complexo arquitetônico – de grande importância para a cidade do Rio de Janeiro e que desperta o interesse dos locais e turistas – e é possível estabelecer conexões sem perder as características e identidade de cada propriedade. A requalificação do conjunto passa pela atualização espacial e tecnológica dos ambientes, adaptando-os para novos usos por um público essencialmente jovem. A tendência desta revitalização é de se expandir naturalmente nos arredores, envolvendo outros pontos de interesse da vizinhança – a “metástase positiva” do arquiteto catalão Oriol Bohigas”.

O nome “Largo do Boticário” é derivado de Joaquim Luís da Silva Souto, um boticário que tinha seu estabelecimento na rua “Direita”. Agora a rua é chamada “Primeiro de Março”, no centro do Rio. O boticário foi muito bem-sucedido e teve entre seus clientes a família real de Portugal. Ele comprou terras na área do Cosme Velho e se mudou para o “Largo do Boticário” em 1831. No ano de 1846 morou ali o marechal Joaquim Alberto de Souza Silveira, frequentador da corte e padrinho de nascimento de Machado de Assis (famoso escritor brasileiro).

A AccorHotels comprou as seis casas que constituem o complexo arquitetônico do “Largo do Boticário”, no Cosme Velho, zona Sul do Rio de Janeiro por R$ 20 milhões e ainda investirá aproximadamente R$ 30 milhões em renovações e equipamento. A empresa se comprometeu em realizar a requalificação e restauração completa do complexo, patrimônio listado pelo “Instituto Estadual de Patrimônio Cultura (Inepac) em 1987, respeitando o projeto original. A AccorHotels produzirá e publicará um livro que conta a história do “Largo do Boticário” e mostrará o desenvolvimento dos trabalhos de revitalização arquitetônica com a supervisão feita pelo Inepac. A área ao redor, de floresta nativa, que também é patrimônio listado, será preservada.


Sobre o JO&JOE

Lançado em setembro de 2016 e projetado para atender às expectativas da geração millennial e de qualquer pessoa que abraça sua atitude em relação a compartilhamento, espontaneidade e experiência, o JO&JOE é a mais recente adição de estilo de vida ao portfólio de marcas da AccorHotels. Este novo conceito de hospitalidade combina o melhor dos formatos de hotel, hostel e aluguel privado. JO&JOE oferece uma experiência completamente revisitada e disruptiva em termos de design, alimentos e bebidas, serviço e experiência do cliente. A marca tem como objetivo expandir-se rapidamente nos mercados internacionais, com cerca de 50 destinos planejados para 2020. O próximo a abrir é Paris Gentilly em 2018, seguido por Rio, Budapeste, Cracóvia, Londres e Paris Buzenval.

CONVERSATION

0 Comentários :

Postar um comentário

Volte
p/ topo