Portugal: Os fascinantes tapetes de Arraiolos


Artesanato alentejano é considerado um dos mais importantes de Portugal


Não é à toa que o Alentejo é conhecido como a região mais autêntica de Portugal, já que suas pequenas vilas escondem segredos e tradições admiráveis. É o caso de Arraiolos, localizada próximo a Évora. Conhecido por seu peculiar castelo circular, o destino produz um dos artesanatos mais fascinantes do país: os tapetes de Arraiolos.

Há diversas lojas vendendo essas verdadeiras obras de arte na vila. Vale a pena apreciá-las com calma, mesmo se não der para levar uma delas para casa.

Bordados com lãs de cores variadas sobre tela de juta ou algodão, têm padrões clássicos e, ao mesmo tempo, inovadores. São peças incríveis, coloridas e primorosas, feitas totalmente à mão com muito cuidado. O segredo é o uso do ponto Arraiolo, que foi criado pelas tecelãs há centenas de anos.


A técnica existe há mais de 400 anos e vem sendo passada de geração em geração pelas habilidosas bordadeiras, representando um importante legado da região. Tão importante que Arraiolos conta com um Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos e até um Monumento à Tapeteira, que integra um mosaico e um painel cerâmico.

Além do artesanato, a vila possui um belíssimo castelo, o Paço dos Alcaides, de onde se tem uma vista deslumbrante da paisagem ao redor, o impressionante Convento dos Loios, que hoje é uma pousada, e o Jardim Público.


Sobre o Alentejo

Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um lifestyle tranquilo em que a experiência de viver bem dá o tom, conta com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de quatro títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. Para mais informações, visite www.turismodoalentejo.com.br.

CONVERSATION

0 Comentários :

Postar um comentário

Volte
p/ topo